A arquitetura americana, principalmente em grandes centros urbanos, apresenta extensa variedade de estilos arquitetônicos, com tradição eclética e inovadora, fruto de uma sociedade multicultural. Mas a ideia desse texto não é analisar a arquitetura em grandes centros urbanos, mas ao contrário, focar naquela área que normalmente vemos nos filmes, popularmente chamadas de “suburbs”; subúrbios.

A maioria de nós já assistiu ou assiste filmes americanos. Se não filmes, talvez seriados, documentários ou mesmo jornais americanos. E é muito comum nos depararmos com aquela imagem clássica da família perfeita, vivendo o sonho americano, morando em um bairro perfeitamente planejado, onde as casas são muito parecidas, não têm cerca ou muro e todos os vizinhos se conhecem e se cumprimentam.

Esse estilo americano de arquitetura é muito semelhante ao que vemos hoje no Brasil dentro de condomínios fechados e, de maneira geral, utilizam características bastante modernas.

Existe uma série de diferenças entre casas brasileiras e americanas, principalmente nos tipos de cômodos e suas características, mas a principal diferença está no material da construção como um todo. No Brasil, para construirmos as casas utilizamos alvenaria, já as casas americanas são construídas em wood frame ou steel frame, com divisórias feita em drywall. Wood frame são placas de madeira que formam um esqueleto para a construção da casa. Steel frame é a mesma coisa, mas ao invés de madeira é utilizado aço galvanizado. O drywall, são placas de gesso, utilizadas para vedação interna. É uma opção resistente, leve, econômica, não apenas em termos de custo, mas também de espaço e proporciona maior velocidade para terminar a obra. Para completar, paredes em drywall facilitam muito a limpeza e eventuais reformas e/ou reparos. Por outro lado, toda essa estrutura do estilo americano é mais propensa a incêndios.

Entre outras características típicas americanas, podemos citar as garagens maiores, pois os americanos utilizam esse espaço para outras atividades, entre elas oficina ou despensa. Muitas casas americanas possuem varandas amplas logo na entrada das casas, também sendo comum a presença de uma pequena escada e colunas. E também, muito comum é a presença de sótão e/ou porão nas casas, cuja finalidade pode variar bastante.

Para um atendimento personalizado e direcionado às suas necessidades, entre em contato com a C.Gaya Engenharia e Arquitetura, uma construtora focada em qualidade e planejamento, com profissionais competentes que acompanham obras em Campinas e toda a RMC, 100% disponíveis e preparados para tirar suas dúvidas.